top of page
  • Lucas Resende Toso

Jogos narrativos pra ficar de olho em 2024

Simulador de agiota, não-monogamia saudável, Machado de Assis noir, épico espacial e as narrativas mais diferentes que você vai ver



Do épico espacial diplomático ao simulador de agiotagem municipal, jogos narrativos criam universos distintos e imersivos que nos permitem entrar em contato com histórias complexas e tomar decisões como se tivéssemos algum tipo de certeza sobre o que estamos fazendo.


E 2024 promete ser mais um ano valioso pra esse gênero nos joguinhos brasileiros.



Tranquilamente um dos jogos mais bonitos dos últimos anos, visual e narrativamente falando. Nowhere Manor conta a história de um ser não-humano lutando pra provar que possui alma e fugir dessa mansão misteriosa e implacável. Uma história sobre relações, memórias e existência.


O próximo título da Time Galleon em parceria com a artiste Monaramis tem um visual absurdamente inexplicável e único, criando esse universo melancólico, estranhamente bonito e que parece ter saído do seu sonho mais bizarro. Um dos jogos que estou mais ansioso pra jogar em 2024.



Outro dos meus jogos mais aguardados e preferidos. Neve tem uma demo arrasadora de uma história claustrofóbica sobre a capitã de uma nave cargueira que está presa em uma câmera de criogenia com apenas 60 minutos de oxigênio.


O jogo desenvolvido e ilustrado pela Michelle Santos desenvolve as relações da capitã com suas duas subordinadas que precisam explorar sozinhas um planeta inóspito e gelado em busca de peças. As histórias se entrelaçam e falam sobre precarização do trabalho, expectativas da sociedade para as mulheres e família.


Uma obra prima visual com sensibilidade ímpar e momentos imersivos que literalmente tiram seu fôlego. Espero muito ver uma nova versão ou o jogo completo nesse ano.



Um dos maiores jogos brasileiros de 2023, TELEFORUM chegou do nada e de graça na Steam, trazendo uma história arrepiante e imersiva que faz você se sentir dentro de uma investigação que une o bizarro e o sobrenatural (pra quem lembra de Linha Direta).


Esse terror narrativo da Monumental Collab recebeu atualizações de conteúdo antes do fim de 2023, então nada mais justo do que esperarmos novos capítulos dessa experiência incrível em 2024.



Mais uma pedrada narrativa com o selo Time Galleon, dessa vez feita pelo pelo artista, músico e game designer Gools. Century of Anticipation é uma história sobre tédio, passagem do tempo e a dificuldade de ficar sozinho.


Com um visual que lembra o clássico cult Plug & Play, Century te coloca preso em casa esperando o tempo passar com nada além de sua própria companhia e as diversas interações possíveis dentro de suas quatro paredes. Uma aventura imersiva e poética, com trilha feita por artistas do Recife.



Da mente degenerada do nosso querido amigo Caio Paifer, o novo jogo da Mecagames se aproveita do universo criado em Karma City Police pra trazer uma história narrativa que te coloca na pele do cobrador de dívidas da corrupta prefeitura de Karma City.

Sim, Debtor's Club é um simulador de agiotagem em que você vai precisar: gerenciar equipes de funcionários, chantagear comerciantes, corromper políticos e fazer diversas tarefas e minijogos divertidos e bizarros. Uma história reativa, que muda de acordo com suas escolhas, e um universo muito vivo, com um estilo de animação bem peculiar.



2024 é o ano de Pivot of Hearts. Essa visual novel intimista e não-monogâmica que fala sobre as descobertas e relações da juventude em meio ao caos de São Paulo vem sendo desenvolvida carinhosamente pelo time da Dragonroll Studio.


Pivot conta com ilustrações lindonas que se combinam com lugares reais de São Paulo e uma trilha sonora original, além de mecânicas de Tarô e relacionamentos saudáveis regados à RPG de mesa, show de heavy metal e amizade.



Um mergulho de cabeça na obra de Machado de Assis. The Posthumous Investigation te coloca na pele de um investigador que precisa descobrir os mistérios por trás do assassinato de Brás Cubas.


Assim como no livro clássico, quem fala com você é o defunto autor (ou autor defunto): foi o próprio Brás Cubas quem contratou o investigador pra descobrir os motivos de sua morte. E o colocou em um loop temporal até o caso ser resolvido por completo.



Scarlet Manor: The Heir é um adventure point and click situado numa mansão bizarra cheio de quebra-cabeças e objetos escondidos pra você tentar resolver os mistérios por trás desse lugar pulsante.


Um jogo com atmosfera densa e imersiva, com o constante perigo do desconhecido da próxima sala. Tudo se conecta.


Memórias Afogadas (Uruca Game Studio)

Recontando uma história real pouquíssimo contada, Memórias Afogadas fala sobre os trabalhadores da Vila Amaury - povoado que foi completamente alagado para a criação do lago artificial Paranoá, no Distrito Federal.


A Vila era casa pra mais de 15 mil trabalhadores que participaram da construção de Brasília nos anos 1950 e que tiveram suas vidas inundadas do dia pra noite. O jogo conta a história de Gil, um líder trabalhista que precisa avisar os moradores sobre a inundação e evacuar a cidade.



Gaza SP é um jogo narrativo que traça paralelos entre a violência realizada na Faixa de Gaza e o genocídio do povo palestino pelas forças de Israel com a violência constante e genocídio velado que acontece nas comunidades periféricas de São Paulo.


O projeto encabeçado pela desenvolvedora Melina Juraski levou o terceiro lugar da Game Jam da Semana Geek SP, em 2023, e vai ganhar uma nova versão mais completa e desenvolvida em 2024.



Fechando a trinca de projetos anunciados pela Time Galleon no segundo semestre de 2023, Alexandria IV é um épico espacial envolvendo estratégia e diplomacia entre espécies que habitam o sistema Groombridge 34.


O jogo se passa dentro do universo de Véu da Verdade, escrito por João Marcelo Beraldo e pode até ser chamado de Mass Effect visual novel, com uma gama de personagens pra se relacionar (e namorar) e muitos problemas intergaláticos pra resolver.


403 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page