top of page
  • Lucas Resende Toso

Plataformas de precisão pra ficar de olho em 2024

Uva ninja vingativa, Indiana Jones de plataforma, broca gigante e outras fofuras e não-fofuras dos jogos de precisão



Indo dos Celeste-likes até jogos que lembram Doodle Jump e passando por mecânicas baseadas em física, a lista de jogos de plataforma que exigem precisão e execução afinada tem todo o tipo de mascote fofo e mecânicas nada fofas.


Daqui pra baixo é só pra quem tem paciência o suficiente pra tentar, morrer, tentar de novo, morrer mais uma vez e aí sim passar de fase...mentira, morrer de novo e continuar tentando.



Em um universo de vegetais e frutas, um mafioso leguminoso foi o responsável pelo desaparecimento de QUASE todas as uvas. Encarnando a Última Uva sobrevivente, o jogador precisa levar vingança aos mal-feitores através de sua lâmina ninja.


The Last Grape é um plataforma extremamente rápido e preciso, focado em movimentação sem parada e em fatiar os inimigos em combos infinitos. Com um especial que deixa tudo em câmera lenta, o jogo tem vários tipos de desafios, desde fases lotadas de brócolis e tomates malévolos a perseguições de tirar o fôlego.



O querido Gagonfe, a máquina de fazer jogos - e jogos excelentes - vem trabalhando em Archaeogem há um bom tempo, então a gente pode esperar um jogaço vindo aí.


Archaeogem é a visão do desenvolvedor pros plataformas de precisão, misturando um mundo parecido com Celeste e um protagonista a la Indiana Jones. O jogo usa o chicotão do arqueólogo pra criar essa movimentação focada em pular e se pendurar em flores místicas.



Super Mombo Quest é um dos jogos brasileiros mais badalados dos últimos anos. Depois do primeiro jogo com atualizações constantes e de uma versão de tabuleiro, a Orube agora trabalha na continuação Mombo Combo Legacy.


O novo título do mascote roxinho figuraça vai trocar a pixel-art por um estilo mais cartunesco, mas mantendo a fofurice do Mombo. O jogo é um plataforma de precisão cheio de colecionáveis, skins e mecânicas mombóticas incríveis.



Talvez o jogo mais parecido de fato com Celeste na lista, Lyara é um excelente plataforma de precisão com mecânicas novas a cada um dos sete mundos e uma história sensível sobre lidar com o medo do desconhecido e suas próprias emoções.


Com uma pixel-art lindíssima e mundos inspirados pelos sete chakras, Lyara é uma jornada de crescimento e auto-conhecimento cheia de personagens carismáticos, tipo um panda fofão e um touro leitor, que vão ajudar a protagonista a encontrar suas respostas.



O filho de Shovel Knight com Dome Keeper, UDO traz a lógica de melhorias constantes dos roguelikes pra um plataforma rápido que exige muita precisão, velocidade e improviso.


O jogo da Blue Firefly acabou de ficar disponível na Steam e te coloca no papel de um explorador com uma broca gigante que precisa descer constantemente em cavernas escuras infestadas de bichos desagradáveis. Enquanto desce, você precisa coletar minérios pra comprar melhorias e equipamentos que vão ajudar nas suas descidas.



Mais de 300 telas divididas em quatro mundos monocromáticos embrulhados em uma história divertida sobre um sapo-cavaleiro que precisa salvar a princesa raptada.


Leap Hero é um plataforma de precisão delicinha demais sobre usar sua língua de sapo como se fosse um gancho pra conseguir chegar nas paredes e resetar seus pulos. O jogo tem previsão de lançamento pra 2025.



Keo and the Cosmic Crystals é um plataforma de precisão muito tchuco tchuco, com gráficos coloridos e fofinhos que lembram os Marios antigos.


O jogo mostra a criança Keo, que vai em busca de cristais coloridos que caíram do céu. O problema é que esses cristais estão no fim de fases que parecem ter saído dos Mario Maker da vida. É desviar, encontrar o ritmo e ir se matando até conseguir entender toda a fase pra passar ela duma vez só.



Gráficos fofos e trilha sonora chiptune delicinha inspirados na era dos jogos 8bit, uma toupeira procurando palitos de fósforo e minas assombradas por fantasmas, famílias de bichos que parecem um Diglett e plantas venenosas que te matam em um só toque.


Momo and the Mine é um joguinho carismático demais sobre essa toupeira mineira que só quer ficar quentinha. Com mecânica de cavar e ficar embaixo do chão, o jogo exige precisão e raciocínio rápido pra entender "pegadinhas" sobre como passar cada fase - tipo se jogar num buraco pra sair lá na parte de cima do mapa.



A união estranha das fases insanas de Mario Maker com a ideia de Doodle Jump de ser uma eterna subida, Super Laura Up é um joguinho de plataforma de precisão muito gostosinho e leve - até você cair lá de cima depois de muito tempo pulando e isso te levar a questionar sua própria sanidade - afinal, você gostou e quer continuar subindo e subindo e subindo até os confins do universo.



Bonecões fofos, poderes desbloqueáveis e muitas passagens secretas escondidas atrás de paredes. The Tale of Lumi é um metroidvania com elementos de plataforma de precisão e muitos quebra-cabeças pra serem resolvidos através das habilidades que você conquista e aprimora durante o jogo.


O jogo exige que você explore o que antes fora o poderoso Reino de LUMI pra enfrentar criaturas sombrias que trouxeram o caos (literalmente, o deus Khaos) pro mundo.



Usando um sistema de movimentação baseado em física sem gravidade - afinal, você é uma mosca que voa - Nosy Little Fly é um interessante jogo de plataforma que eu considero ser de precisão.


Você precisa usar a aceleração e a inércia da sua mosquinha pra passar por mais de quarenta fases cheias de colecionáveis e coisas que te matam numa tacada só. Um jogo simples à primeira vista, mas difícil de dominar, com diversas skins divertidas e que podem mudar o estilo de se jogar.

176 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page